2006-07-13

surge já

Ao Mário Joaquim Casa Nova Martins
vai anoitecendo enquanto vivemos
separados já pelo passado
não esqueço porém o paraíso aberto
nem a árvore que provámos
procuro ainda a extrema parte
verdade sem verdade que ainda somos
parecendo ser inteiramente como vamos
para o fim supremo que nos chama
reverso súbito de kleist e de pfuel
a vida recomeça sempre entre os dois
como a estrela no poema de cinatti.

6 comentários:

porfirio disse...

:
e
beber o poema
dum golo
.

abraços

hfm disse...

De um lirismo cantante e que, contudo, dá um murro no estômago. Ouso destacar:
"parecendo ser inteiramente como vamos
para o fim supremo que nos chama"

konde disse...

Absoluto. Abraços.

mj disse...

Que o Tempo jamais corrompa o que a Amizade construiu!

Anónimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

I find some information here.