2006-07-29

Judith









E quanto mais me quero condenar
mais luz se faz, e sinto esta tristeza:
- ser um mísero barro de quebrar!

[Judith Teixeira, "Contrição", in Nua ]



JUDITH TEIXEIRA

está em EUROPA


4 comentários:

duendenery disse...

e existem sempre rosas suspensas
e ninhos para que sejamos possíveis.

e assim se sacodem os ventres como fez Judith.

Mendes Ferreira disse...

abraço. Martim. vou lá...

francisca manson disse...

Muito bom! Boa-noite!

konde disse...

A Judith é sempre admirável! Abraço...