2007-02-08

heraclito

claras correndo sem regresso
às águas encosta os olhos os dedos
pé no lodo e outro em pedra macia
o gelo da levada inunda o sangue
e o sussurro e a corrente explodem
a verdade dentro do ouvido fundo.

nunca aqui na mesma água, sabes?

6 comentários:

porfirio disse...

.
.
.
aqui sempre a força do sangue.

abraço

isabel mendes ferreira disse...

.

.

aqui sempre a força da água.
.
.
:)

.


bom dia.

com todo o instinto.

beijo.

hfm disse...

como gostei!

Ai meu Deus disse...

poeta (e)... filósofo?!

boa boa!

abraço.

Vítor Amado disse...

"e o sussurro e a corrente explodem
a verdade dentro do ouvido fundo"
- poesia no seu melhor.
Abraço.

duke disse...

Excelente música e não inferior texto. Abraço...