2006-10-20

Olha, não há ninguém igual...

"Olha, não há ninguém igual. Cada um tem os seus olhos e, quando vê uma coisa, cada qual a vê conforme o tamanho e a cor dos seus olhos... Tu sabes lá!... Nem eu..."

(Branquinho da Fonseca, "Os olhos de cada um")


5 comentários:

Franceska disse...

Belíssimo. Beijos!

Su disse...

amei....
jocas maradas de olhares

conde disse...

Simples e profundo. Grande Branquinho! Abraço...

duke disse...

Excelente perspectiva, de que partilho. Abraço!

Mendes Ferreira disse...

e da diversidade nasce o tamanho do único...ou não?

_________________
beijo Martim.

______________


gostei tanto.....