2006-04-24

poemas em abril (I): "Última Frase"

Minha alma ergueu-me para além de ti...
Tive a ânsia de mais alto
- abri as asas, parti!

Outubro
922

(JUDITH TEIXEIRA, Decadência. Poemas.,1923 )

Este é caso maior que pode actualizar em wwweuropa.blogspot.com .

3 comentários:

Mendes Ferreira disse...

grito:


que bom!!!!!!!!!!!!!!!


que bom que é chegar. aqui. assim!

beijo.


obrigada.

konde disse...

Excelente voo! Abriladas!

porfirio disse...

bom dia
.
.
.
e porque não baptizar uma ave
de
judith
.
inté kamarada