2007-05-13

"meme" de maldoror


Adolfo Luxúria Canibal, no Theatro Circo de Braga (12 de Maio de 2007), por Martim®

a chuva cai em viseu, amaciando o granito e os lugares. da solidão sentida (quem de fora?) só os poetas falam. a chuva aveluda a pele, esse "profundo imaginário de água". terminado o périplo viseu-braga, inscrevo, por honroso convite de piano , esta aposição contributiva que é verdade e provocação demonstrativa, um "meme"* mesmo:

"Há os que escrevem para procurar os aplausos humanos. Eu não, uso o meu génio para pintar as delícias da crueldade." (Isidore Ducasse, Cantos de Maldoror)

Convoco a terreiro estes possíveis sítios de prazer: aijesus, alicerces , arestália, impactos e a voz portalegrense.

(*) Um "meme" é um " gene cultural" que envolve algum conhecimento que passas a outros contemporâneos ou a teus descendentes. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma".


10 comentários:

Teresa Durães disse...

os que escrevem para os aplausos são os vendilhões. Cada qual escolhe a sua forma de estar. Pena é quem os segue.

boa tarde

Susana Barbosa disse...

obrigada Martim, pela partilha. sempre.
beijinho grande

Anónimo disse...

Martim....







obrigada.


por este som...beijos. de silêncio.



(piano)

duk disse...

Grande obra...

konde disse...

Que pena nem ter sabido. Um abraço.

hfm disse...

Martim, agradeço e dentro de momentos já terá resposta ao repto.

porfirio disse...

pois é, martim
.
.
dentro da mão morta
está
uma língua viva
.

.exemplo a seguir.

forte abraço

veritas disse...

Convite aceite com o maior dos agrados!

Bjs. Boa semana.

Ai meu Deus disse...

ok!

duque disse...

Espectáculo de palavras...