2005-12-11

esther

da escuridão a luz: o classicismo contemporâneo de kowalik. rompa-se o silêncio.

3 comentários:

deumus disse...

#.

Mendes Ferreira disse...

....muitas das vezes é a luz que exalta a escuridão....outras é nas trevas que melhor deciframos a luz....boa noite Martim.

Mendes Ferreira disse...

magnifico este silêncio.....bjo.