2005-11-07

Perfuração



à sombra da casa rói o tímpano. e nem asa ou chama dentro do corpo. assim a medida de meus dias:

casca encostada ao fogo e um dedo nos lábios. por ti esperando, pérfido abutre.

4 comentários:

Mendes Ferreira disse...

tudo perfeito Martim. a casa o ar o dia e a espera. bjo.

Pinto Ribeiro disse...

falta só uma retroescavadora. boa noite, Martim. 1 abraço.

Mendes Ferreira disse...

bom dia Martim.

porfirio disse...

...quem pomba por abutre sonha e os lírios ouvem...
intrigante assim como belo.

1 abraço