2008-06-04

arame

um arame rompe as artérias
ferindo até ao poço cordial
do lago quente brota agora
uma sílaba rubra uma rosa.

4 comentários:

duque disse...

Bem vindo às palavras!

hora tardia disse...

bem vindo de novo às palavras....:) como diz o Duque. únicas. as suas. reconhecíveis.





beijo.

aida monteiro disse...

Um abraço, martim.
e bons regressos:)

konde disse...

Rito do regresso, Martim?